May 19 2014

Andréia Silveira

Câmbio Turismo – Dólar

A moeda oficial dos Estados Unidos, El Salvador, Panamá e do Equador é o dólar. Suas abreviações mais conhecidas são US$ (Fundo Monetário Internacional) e USD (código ISSO 4217). Países como o Brasil usam o dólar como moeda de reserva e sem dúvida alguma os “greenbacks”, como são conhecidos também, têm uma grande importância na economia mundial.

Na segunda metade do século XIX, era a libra-esterlina que exercia função de moeda internacional, pois o dólar aparecia como sendo a última opção para assumir tal posto. Isso porque os Estados Unidos eram, naquele tempo, devedores internacionais não confiáveis, dotados por um sistema monetário não unificado.

O dólar só teve o papel que tem hoje a partir do século XX. Isso porque após a Segunda Guerra Mundial os países que foram abalados pela guerra tornaram-se mais dependentes dos produtos dos Estados Unidos, principalmente os países europeus. Então, os mesmos começaram a adquirir dólares, dando à moeda um caráter internacional, confirmando a hegemonia capitalista estadunidense.

Cotação do Dólar

Qualquer pessoa que possui conhecimentos mínimos e conexão com a internet pode acessar as informações sobre cotação do dólar em tempo real, graças aos avanços no mercado de telecomunicações. Assim, as pessoas poderão saber a cotação de dólar forte ou a cotação do dólar de qualquer outro serviço ou objeto que seja vendido nas milhões de lojas online.

Se você recebe rendimentos em qualquer espécie da moeda E.U ou tem negócios com mercados internacionais, é certo de que estará ciente da cotação do dólar atual. Qualquer que seja a operação de comércio exterior dos negócios, independente do país, é utilizada a cotação do dólar, pois essa é a moeda por excelência.

Para ficar por dentro da cotação do dólar diariamente, não é preciso fazer parte do mundo dos bancos ou ser um corretor. Basta um computador e ligação, com conhecimentos básicos de internet você já consegue visitar milhares de páginas.

Como é o câmbio

A troca de moeda de um país para a moeda de outro país é chamada de câmbio. Essa troca é feita por pessoas que viajam para o exterior a lazer, a trabalho ou para estudar e precisam da moeda estrangeira, então o agente autorizado (Bancos, corretoras, Caixa Econômica, agências de turismo, distribuidoras e meios de hospedagem) a operar no mercado de câmbio pelo Banco Central recebe a moeda nacional e troca pela moeda estrangeira. O agente também faz a conversão da moeda estrangeira para a moeda nacional.

O mercado de câmbio é fiscalizado e regulamentado pelo Banco Central, englobando operações de compra e venda de moeda estrangeira. Como regra geral, qualquer recebimento ou pagamento em moeda estrangeira poderão ser realizados no mercado de câmbio, incluindo as transferências para seu retorno ao país e também aplicações no mercado financeiro.

É permitido para pessoas físicas e jurídicas comprar e vender dólar ou mesmo fazer transferências internacionais em reais, sem limitação de valor. Mesmo que não exista restrição para movimentação , os agentes do mercado e clientes precisam ficar atentos a restrições legais para determinadas operações.

Cotação do dólar hoje

O dólar comercial encerrou no último dia 15 de maio com valorização, na sessão marcada por perdas do mercado local de ações. O Banco Central agiu, na parte da manhã, através de dois leilões de swap cambial. Desta forma chegou ao final do dia com alta de 0,63% a R$ 2,2230, de acordo com um site de finanças.

Confira as últimas cotações:

Variação Compra Venda
Comercial 0,72%  % R$ 2,217 R$ 2,219
Paralelo 0,88% %    R$ 2,140   R$ 2,300
PTax 0,14% %    R$ 2,216   R$ 2,216
Turismo 0,14% %    R$ 2,216   R$ 2,216

Valor dólar

No último dia 12 de maio o dólar fechou estável, com investidores mais cautelosos devido às turbulências políticas na Ucrânia e também da vigilância do Banco Central brasileiro pela entrada no país de moeda norte-americana.

O dólar americano subiu de 0,01% para R$ 2,2156 e dentro do mês, a moeda norte-americana acumulou queda de 0,65% e já no ano de 6,02%.

De acordo com afirmação à Reuters, Reginaldo Galhardo, gerente de câmbio da corretora Treviso, o mercado operou com muita cautela e só com operações a curto prazo. Isso porque a crise na Ucrânia tem continuado no radar e o Banco Central continua presente, impedindo que, embora tenha ingresso mais forte de divisas no país, o dólar cai muito.

É praticamente a mesma opinião no mercado de que o nível de R$ 2,20 é visto como sendo piso informal em relação a moeda norte-americana, pois não prejudica as exportações e não é inflacionário. Então, o mercado está trabalhando na faixa de R$ 2,20 e R$ 2,25. Até que não venha nada muito bombástico, o dólar não arriscará sair disso.

Sobre o autor: Andréia Silveira

Andréia Silveira está cursando Turismo e fez diversos cursos na área de tecnologia. É escritora freelancer e tem uma enorme paixão pela escrita, com o interesse na criação e publicação de artigos de qualidade em diversas áreas do conhecimento.

Muitos leitores realizaram a cotação do seu Seguro Auto através de nosso site!

Preencha o nosso formulário e receba grátis as melhores propostas.


Discussão

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário

Os comentários estão encerrados.